Grupo de Pesquisa

Onde os meios investigativos atravessam processos transdisciplinares e o aprender é a arte de aprender a arte e viver da arte. Como Artistas Pesquisadores responsáveis pelo Projeto Girarte o eixo de pesquisa é dominar ferramentas utilizadas para provocar leituras estético/criativas da vida e compreender o mundo em seus novos parâmetros de convivência e elaboração. A construção coletiva de espetáculos e composições coreográficas traduz a auto identificação do Grupo de Pesquisa Girarte com múltiplas linguagens cênicas no instante e no local em que o pesquisador produz, gera, fabrica, constrói sua história e, ordinariamente, sua cultura como testemunho pessoal e relevante. A dança o teatro a música o cinema e a produção de conhecimento são aspectos claramente verificados em cada ator/bailarino/pesquisador ao encontrar-se em espaço propício à crítica e reflexão em relação a campos de conhecimento e aos horizontes de percepção e a múltiplos contextos.

 

Atividades diárias:

O Grupo trabalha diariamente, pesquisando e investigando possibilidades cada vez mais eficazes, de alcançar trabalhos artísticos que realmente tenham grande relevância na vida das comunidades que são abraçadas pelo projeto. A manutenção do Grupo de Pesquisa Girarte se dá na execução de atividades e estudos diários, workshops com profissionais vindos de todo o Brasil e na criação, produção e realização de diferentes repertórios. Considerando a potencial contribuição da Arte Educação no contexto ensino/aprendizagem/formação de plateia seja junto á comunidades, seja nas praças, seja nos palcos tradicionais. Pesquisas e investigações do Grupo de Pesquisa Girarte têm por base uma didática desenvolvida através de jogos e exercícios pertinentes a improvisação na cena, na coreografia, no texto dotando assim, os artistas pesquisadores, das características do improvisador. Ancorados na versatilidade desses processos visam à aplicação dos melhores resultados nas oficinas realizadas nas andanças do Projeto Girarte.

 

Treinamento físico

Orientados pela fisioterapeuta Dr. Rayane Rodrigues, são realizadas aulas de pilates e exercícios que contribuem para um melhor desempenho corporal dos artistas envolvidos. Além de variadas atividades de condicionamento que são ministradas pelos educadores físicos Carlos Gonçalves e Marcus Diego.

Pesquisas artísticas

O Grupo se dedica diariamente no estudo e produção artística, sejam para os palcos, espaços urbanos ou escolares.

Workshops de capacitação

Sempre buscando atualização, capacitação e aprimoramento artístico dos artistas envolvidos no projeto, recebemos profissionais de diferentes regiões do Brasil.

Oficinas Abertas

Como forma de potencializar as atividades do projeto junto à comunidade, foram realizadas na cidade de Cataguases, de maio a agosto de 2016, oficinas abertas ao público, com foco em diferentes linguagens artísticas. Viabilizando a interação entre corpos de diferentes faixas etárias, artistas e pessoas de diferentes profissões, gerando um ambiente pleno de comunhão cultural e artística. Desde então, o Grupo se dedica a promover várias oficinas, viabilizando que pessoas de diferentes profissões possam vivenciar parte do trabalho e estudo diário dos artistas pesquisadores.

Focos de interesse:
Pessoas em geral que desejam experimentar formas criativas de se expressar, e que busquem uma vivência artística diferenciada. Profissionais e artistas que se interessam por novos conhecimentos, explorações e capacitação referentes à linguagem teatral.

Objetivo:
Provocar o diálogo entre pessoas de diferentes realidades. Identificar grandes aptidões artísticas. Disseminar o teatro. Além dos grandes objetivos de estimular competências em criatividade, reflexão, autonomia do prazer de interagir em grupo, que contribuam para um espírito crítico e investigativo de composição atribuído a conceitos da linguagem cênica no teatro, na dança e no circo. Experiências lúdicas, fontes da criatividade, compartilhamento de interesses pessoal e interpessoal na realização de jogos teatrais; movimento, improvisação, música e expressão dramática, estímulo de memória e raciocínio, escrita criativa.

Focos de interesse:
Pessoas em geral que desejam explorar e conhecer um pouco mais sobre o próprio corpo e seus movimentos através da dança. Que busquem uma vivência artística diferenciada. Educadores físicos, fisioterapeutas (profissionais da área da saúde em geral), docentes, bailarinos e atores que buscam o conhecimento de novas formas de expressão e movimentos que podem contribuir com o bem estar, performance e qualidade de vida.

Objetivo:
Provocar o diálogo corporal entre pessoas de diferentes realidades. Identificar grandes aptidões artísticas. Disseminar o contato e improvisação para praticantes e viabilizar que novas pessoas possam experimentar e conhecer o contato e improvisação. Com aplicação do Método Bertazzo, despertar de forma diferenciada a consciência corporal, interação entre dois corpos, através do conhecimento da fisiologia do movimento, percepção anatômica do corpo que se move no espaço, buscando maneiras saudáveis e prazerosas de se mover, viabilizando um autoconhecimento corporal prevenindo lesões e realizando atividades que contribuem com a qualidade de vida.

Focos de interesse:
Pessoas em geral busquem uma vivência artística diferenciada. A proposta é promover a competência investigativa capacitando aos interessados, conceito e técnica para a concepção, planejamento e solução de pesquisa em percussão e até mesmo criação musical. Experiência na relação corpo e ritmo com ênfase na mistura e interação de ritmos populares. Bem como enfatizar a investigação, analise critica e reflexão da formação do repertório no contexto cultural.

Objetivo:
Provocar o diálogo entre pessoas de diferentes realidades. Identificar grandes aptidões artísticas. Investigar possibilidades de diálogo entre "corpo" e "música".

Focos de interesse:
Pessoas em geral busquem uma vivência artística diferenciada. Atividade física vigorosa que interage a coordenação motora e a agilidade, além de manter viva a cultura de raízes afro-brasileiras. Nas diferentes categorias a capoeira como jogo, dança e luta, proporciona a percepção, o movimento inesperado, o melhor aproveitamento do espaço e a diversidade que há entre a ginga e os golpes.

Objetivo:
Provocar o diálogo entre pessoas de diferentes realidades. Identificar grandes aptidões artísticas. Transmitir através da capoeira para os interessados das oficinas, conceitos básicos dos movimentos da capoeira acrescidos da essência dos ritmos, resistência física, agilidade dos golpes, coordenação-motora e percepção espacial. Resultando em um experimento compartilhado de ritmo e dança.

Focos de interesse:
Pessoas em geral busquem uma vivência artística diferenciada. Atividade física, conhecimento de uma forma criativa de expressão, exploração e conhecimento corporal, alongamento, qualidade de vida através do movimento e que tenham interesse em conhecer, vivenciar e/ou praticar a Dança Contemporânea.

Objetivo:
Provocar o diálogo entre pessoas de diferentes realidades. Identificar grandes aptidões artísticas. Disseminar a Dança Contemporânea como forma criativa de expressão, estratégia de cuidar e explorar o próprio corpo através da consciência corporal, gerando qualidade de vida e repertório de movimento.